HomeNotíciasGeralSchneider Electric comprometida com 100% de energia renovável até 2030 e com a sua missão ao nível da produtividade energética

Schneider Electric comprometida com 100% de energia renovável até 2030 e com a sua missão ao nível da produtividade energética

  • A Schneider Electric reafirma a sua posição de liderança no que diz respeito aos compromissos globais ao nível da sustentabilidade, associando-se às iniciativas EP100 e RE100 do The Climate Group

Lisboa, 11 de dezembro de 2017 – A Schneider Electric, líder na transformação digital de gestão de energia e automação, comprometeu-se a disponibilizar energia 100% renovável e revela a intenção de duplicar a sua produtividade energética.

 

A empresa acredita firmemente que não pode ser renovável sem garantir, em primeiro lugar, a otimização do seu sistema de energia. Os compromissos assumidos hoje são mais um passo – no percurso da Schneider Electric para se tornar neutra em carbono até 2030. Em linha com esses compromissos, a Schneider Electric decidiu juntar-se a duas iniciativas globais e colaborativas, lideradas pelo The Climate Group que reúnem empresas influentes, empenhadas em acelerar ações ao nível do clima:

 

  • RE100: utilizar energia 100% renovável até 2030 com um objetivo intermédio de 80% até 2020
  • EP100: duplicar a produtividade de energia até 2030, contra a base determinada em 2005, estabelecendo um objetivo ambicioso de duplicar o output económico de cada unidade de energia consumida.

 

A Schneider Electric esforça-se por responder ao novo desafio energético mundial ao contribuir para um aumento da eficiência energética em qualquer lugar: em residências, edifícios e cidades, na indústria, na rede e em toda a comunidade remota. Num mundo mais descarbonizado, mais digitalizado, mais descentralizado, a utilização de energia tem de ser mais produtiva. Para cumprir com as suas novas promessas e os seus esforços sustentados de eficiência energética, a Schneider Electric irá alavancar as suas próprias soluções técnicas (EcoStruxure Power, EcoStruxure Grid). Através destas soluções, o Grupo conseguiu reduzir o seu consumo de energia em 10% a cada 3 anos, nos últimos 10 anos. Mais especificamente, a Schneider Electric reduziu o consumo em 6,entre 2008 e 2017, na sua sede, The Hive, em França.

 

Estes compromissos irão cobrir mais de 1.000 instalações com consumo de eletricidade em todo o mundo, incluindo 200 fábricas. A Schneider Electric irá alavancar uma ampla gama de fontes de energia renováveis, incluindo entre outras, a energia solar, eólica, geotérmica e biomassa.

 

A Schneider Electric irá conduzir a sua transição para energia elétrica 100% renovável através de três eixos, com um objetivo interno de atingir 80% de utilização de energia renovável até 2020 para 100% em 2030:

  • Projetos ‘on-site’ nas instalações da Schneider Electric em todo o mundo: com iniciativas ao nível da energia renovável, já instaladas em algumas instalações da Schneider Electric, como um telhado solar nas suas instalações em Vadodara (Índia), Bangpoo (Tailândia) ou energia geotérmica e um telhado solar no seu escritório principal “The Hive”, em França, entre vários outros. A Schneider Electric irá instalar projetos de energia renovável ‘on-site’ para ajudar a alcançar o seu objetivo de 2030. Sendo expectável que os projetos ‘on-site’ forneçam apenas uma parte das necessidades de energia renovável da Schneider Electric, os mesmos vão acrescentar capacidades à energia renovável da empresa e atuar como uma montra para outras organizações que contemplem tais opções, juntamente com as tecnologias de apoio à eficiência energética;
  • Contrato externo a longo prazo através de Contratos de Compra de Energia (PPAs): um PPA é um contrato de longo prazo (12-20 anos) entre um promotor de energia renovável e um comprador dedicado e solvente. Os PPAs permitem que os promotores assegurem o financiamento de novos projetos de energia eólica, solar ou outros projetos de energia renovável e permitam aos compradores usufruir de preços previsíveis a partir de fontes de energia limpas;
  • Certificados de Atributos de Energia (EACs) e tarifas verdes: um EAC é um instrumento de mercado livre que verifica que uma hora de megawatt de energia renovável foi gerada e adicionada à rede a partir de uma fonte de energia ecológica. A Schneider Electric irá utilizar os EACs como uma forma flexível e rápida de adquirir e monitorizar energia renovável.

 

Emmanuel Lagarrigue, Chief Strategy Officer and Executive Vice President da Schneider Electric afirma: “Estamos num novo mundo de energia que se está a tornar mais elétrico, mais descarbonizado, mais descentralizado e mais digital. A nossa missão na Schneider Electric é fornecer tecnologias que permitam, impulsionem e catalisem a transição para um novo mundo de energia. Os compromissos que hoje assumimos, ao associarmo-nos ao RE100 e EP100 para fornecer energia 100% renovável e refletir sobre a duplicação da nossa produtividade energética, são uma demonstração de como os consumidores e as empresas podem ser capacitados para garantir a acessibilidade, a capacidade de resistência, a sustentabilidade e a segurança da energia que consomem”.

 

Helen Clarkson, Chief Executive Officer do The Climate Group diz: “Sendo já um líder no campo da energia, ao juntar-se ao RE100 e EP100, a Schneider Electric toma uma decisão de negócio inteligente. Estes compromissos irão ajudar a empresa a cumprir a sua grande ambição climática em se tornar neutra em emissões de carbono até 2030. A duplicação da produtividade de energia irá ajudá-la a utilizar energia o mais economicamente possível enquanto faz a transição para as energias renováveis, que são também competitivas em muitos mercados. Aplaudo a poderosa mensagem que a Schneider Electric está a passar aos seus pares, investidores e governos, para acelerar a transição para uma economia com zero emissões.”

 

Na COP21, em Paris, em 2015, a Schneider Electric anunciou os 10 Compromissos para a Sustentabilidade. Os compromissos estavam alinhados como o Barómetro Planeta e Sociedade, o relatório de avaliação de sustentabilidade da Schneider Electric para medir trimestralmente o seu ambicioso compromisso para com o desenvolvimento sustentável e contribuir para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Estes compromissos apoiam os objetivos da empresa em tornar as suas fábricas e instalações neutras em emissões de carbono até 2030, num ecossistema de indústria coerente que engloba fornecedores e clientes.

 

Adicionalmente, para se tornar numa empresa neutra em emissões de carbono até 2030, as recentes iniciativas Schneider Electric incluem:

 

  • Climate Leadership Council: no início de 2017, a Schneider Electric tornou-se membro fundador do Climate Leadership Council nos EUA, para apoiar uma nova solução climática baseada no mercado, tanto pró-crescimento, como pró-ambiente;
  • Global Footprint Network: no verão de 2017, a Schneider Electric assinou uma parceria com a Global Footprint Network, uma organização internacional sem fins lucrativos, para permitir um futuro sustentável onde todas as pessoas possam ter a oportunidade de prosperar tendo em conta as capacidades do planeta;
  • Lançamento do EcoStruxure™: em novembro de 2016, a Schneider Electric lançou a próxima geração do EcoStruxure, a arquitetura aberta, plug-and-play, habilitada para a IoT da Schneider Electric, que oferece soluções end-to-end em seis domínios de especialização- Energia, TI, Edifícios, Máquinas, Fábricas e Redes Elétricas – para quatro mercados finais: Edifícios, Centros de Dados, Indústria e Infraestruturas.
  • Fundo Livelihoods Carbon: em conjunto com o Crédit Agricole, Danone, Firmenich, Hermès, Michelin, SAP e Voyageurs du Monde, a Schneider Electric lançou um novo fundo de investimento de impacto com um objetivo de 100 milhões de euros. O fundo visa melhorar a vida de 2 milhões de pessoas e evitar a emissão de até 25 milhões de toneladas de CO2 ao longo de um período de 20 anos. 

 

 

Sobre a Schneider Electric

  

A Schneider Electric lidera a Transformação Digital na Gestão de Energia e Automação em Habitações, Edifícios, Centros de Dados, Infraestruturas e Indústrias.

 

Com uma presença global em mais de 100 países, a Schneider é líder incontestável na gestão de energia – em Média e Baixa Tensão, Alimentação Elétrica Segura e em Sistemas de Automação.

 

Fornecemos soluções de eficiência integrada que combinam energia, automação e software. No nosso Ecossistema global, colaboramos com a maior Comunidade de Parceiros, Integradores e Programadores através de uma Plataforma Aberta para proporcionar controlo em tempo real e eficiência operacional.

 

Acreditamos que bons colaboradores e parceiros fazem da Schneider uma grande empresa e que o nosso compromisso com a Inovação, Diversidade e Sustentabilidade garantem que Life Is On em qualquer lugar, para todos e em todos os momentos.

www.schneider-electric.com 

 

 

 

Discover EcoStruxure

 

 

Discover Life is On

 

 

 

Liderado pelo The Climate Group em parceria com o CDP, o RE100 é uma iniciativa colaborativa que une as empresas mais influentes do mundo comprometidas com a energia 100% renovável. As energias renováveis são uma decisão de negócios inteligente, proporcionando um maior controlo sobre os custos de energia e inovação, enquanto ajudam as empresas a cumprir os objetivos de redução de emissões. Os membros da RE100, incluindo as empresas da Global Fortune 500, têm uma receita total de mais de $ 2,5 triliões de dólares e operam em diversos setores – desde as Tecnologias da Informação ao fabrico de automóveis. Juntos, representam 155TWh da procura de energia renovável anual – o suficiente para alimentar a Ucrânia, a Malásia ou Estado de Nova Iorque. Enviam uma forte mensagem aos dirigentes políticos e investidores para acelerar a transição para uma economia de baixo carbono.

Liderado pelo The Climate Group em parceria com a Alliance to Save Energy, o EP100 é uma iniciativa global e colaborativa entre empresas influentes que prometem duplicar a sua produtividade energética. Ao duplicar a produção económica de cada unidade de energia consumida, as empresas estabelecem um target ousado, demonstrando liderança climática ao mesmo tempo que colhem os benefícios dos menores custos de energia. As empresas representam cerca de metade da eletricidade utilizada em todo o mundo. Ao se concentrarem nos resultados de produtividade de energia, as empresas podem reduzir a sua própria procura de energia e contribuir significativamente para reduzir a procura de energia global. Além disso, melhorar significativamente a produtividade de energia em todo o mundo irá ajudar a alcançar metade do objetivo de limitar o aquecimento global abaixo de 2 graus Celsius. É fundamental que as empresas encabecem o caminho. Ao duplicar a produtividade energética, as empresas também estão a aumentar a sua capacidade de resistência e aumentar a competitividade, ao mesmo tempo que reduzem as emissões de gases de efeito de estufa, criam empregos e melhoram a segurança energética.

 

 

 

 

pdf icon 20171211-Schneider-Electric-comprometida-com-100-de-energia-renovável-até-2030-e-com-a-sua-missão-ao-nível-da-produtividade-energética.pdf