HomeActualidadeEstudosEm Portugal 85% das empresas na Indústria aceita prazos de pagamento mais alargados contra 11% nos restantes países europeus

Em Portugal 85% das empresas na Indústria aceita prazos de pagamento mais alargados contra 11% nos restantes países europeus

Press Release

 

Lisboa, 9 de fevereiro de 2018

Em Portugal 85% das empresas do setor industrial aceita prazos de pagamento mais alargados

  • Na Europa apenas 11% aceita prazos mais alargados

 

O EPR 2017 Industry White Paper, estudo da Intrum Justitia que inquire mais de 10 mil empresas de 29 países europeus, indica que os prazos de pagamentos mais alargados estão a ter consequências negativas para as empresas de todos os setores.

 

O estudo revela que alguns setores são mais vulneráveis aos atrasos de pagamentos do que outros, apesar do relatório mostrar que todas as indústrias são afetadas negativamente por estes atrasos.

No setor da Indústria, o prazo médio de pagamento concedido ao setor público em Portugal é 50% superior ao da Europa, e mesmo assim, o prazo médio de pagamento é largamente ultrapassado, com uma demora em média de 106 dias para liquidar as suas dívidas, uma média bem superior à da Europa que demora apenas 49 dias.

 

Industry White Paper 2017

 

INDÚSTRIA

 

 

PRAZO MÉDIO CONCEDIDO               PRAZO MÉDIO DE PAGAMENTO

PORTUGAL

EUROPA

PORTUGAL

EUROPA

 

 

 

Duração Pagamento B2C (dias)

 

36

27

30

28

Duração Pagamento B2B (dias)

63

45

73

49

Duração Pagamento S.Publico (dias)

62

41

106

49

Quando questionados sobre as principais causas dos atrasos de pagamento, 72% das empresas europeias pesquisadas apontam as dificuldades financeiras e 63% indicam o atraso de pagamento intencional como uma das principais causas e quase um quarto das empresas de todos os setores analisados garante que um pagamento mais célere permitiria investir na criação de novos postos de trabalho.

 

Para Luis Salvaterra, Diretor Geral da Intrum Justitia: «o pagamento tardio no setor da indústria é comum, continuamos a verificar um aumento do risco por toda a Europa e pressão para que as empresas aceitem prazos de pagamento mais longos. Uma situação que, a manter-se, é preocupante e os atrasos de pagamentos têm várias consequências negativas na estabilidade e saúde financeira das empresas.».

__________________________________________________________________________

 

 

 

Sobre a Intrum Justitia

O grupo Intrum Justitia é líder nos serviços de Gestão e Recuperação de créditos com presença em 24 mercados na Europa. Oferecemos um vasto leque de serviços incluindo a compra de créditos e temos como missão melhorar o cash flow e a rentabilidade a longo prazo dos nossos clientes. O grupo possui mais de 8.000 profissionais dedicados e experientes que atendem cerca de 80.000 empresas em toda a Europa. A faturação consolidada em 2017 foi de 12,2 mil milhões SEK  (coroas suecas). A Intrum Justitia AB está cotada na bolsa Nasdaq de Estocolmo. Para mais informações, visite www.intrum.com.

 

Sobre o EPR Industry White Paper

O EPR 2017 Industry White Paper da Intrum Justitia revela como a saúde da economia Europeia é afetada pelas indústrias que combatem a falta de pagamento e dívidas que prejudicam o crescimento de negócio, inovação e desenvolvimento tecnológico e a criação de emprego. A diferença significativa na perda de dívida e o desrespeito pelos termos de pagamento sofrido pelos diferentes setores da indústria a nível europeu é destacado neste White Paper.