HomeCulturaPriberam e FOXlife reveem a palavra “mulher”

Priberam e FOXlife reveem a palavra “mulher”

O dicionário online e o canal televisivo consideraram as propostas dos portugueses e a Priberam apresenta agora a revisão da palavra.

Lisboa, Portugal (22 de maio, 2018) – A Priberam e a FOXlife desafiaram os portugueses a participar na revisão da palavra ”mulher” no dicionário online. A resposta a este repto originou mais de 500 sugestões e o resultado, depois de analisadas as propostas pelos linguistas da Priberam, é hoje colocado online.

Nos últimos anos, o papel da mulher na sociedade alterou-se consideravelmente, mas o significado da palavra “mulher” existente em alguns dicionários ainda não refletia essa mudança. Continuava a ser demasiado redutor, simplista e até maioritariamente associado a expressões e palavras de cariz depreciativo. Desta forma, a Priberam e a FOXlife criaram o movimento “A palavra mulher definida por nós”, desafiando os portugueses a contribuírem para uma definição mais abrangente, justa e enquadrada na sociedade atual.

Durante três semanas, o movimento “A palavra mulher definida por nós” incentivou os portugueses a deixarem no site www.palavramulher.pt o seu contributo. Com o término das participações, que foram mais de 500, os linguistas da Priberam analisaram as propostas e fizeram a revisão da palavra, que ficará a partir de hoje disponível em https://www.priberam.pt/dlpo/mulher.

Alguns portugueses bem conhecidos do grande público também fizeram questão de participar no movimento “A palavra mulher definida por nós”. A cantora Simone de Oliveira, o estilista Luis Buchinho, a fadista Gisela João, a atleta Vanessa Fernandes, a cientista Raquel Oliveira e o Chef José Avillez contribuíram para esta iniciativa com o seu testemunho sobre o papel da mulher na sociedade e a definição de mulher em 2018.

Luís Fernambuco, VP General Manager da FNG Portugal, acredita que a nova definição de “mulher” espelha o seu papel atual: “Estamos muito satisfeitos pela enorme adesão que esta iniciativa teve. Graças à ajuda de todos os que participaram, conseguimos nesta parceria com a Priberam colocar em marcha um movimento que permitiu rever a definição de mulher, complementando-a e introduzindo novas associações que refletem de forma mais justa a realidade.”

Cláudia Pinto, linguista da Priberam, adianta que a versão agora online é bastante mais completa, “refletindo o contributo dos participantes e definindo um papel mais abrangente da mulher. Destacam-se algumas novas expressões que foram associadas à palavra e sugeridas pelos portugueses, entre elas: mulher de armas, mulher de estado e mulher de negócios. Sabemos que um dicionário é uma obra inacabada, um trabalho contínuo, mas entendemos que o seu papel é registar, de forma controlada, os usos da língua e o seu dinamismo, o que se reflete no caso do verbete mulher, que apresenta agora definições mais ajustadas ao uso real”.

Disponibilizado online em 2009, o Dicionário Priberam da Língua Portuguesa tem vindo a sofrer modernizações e atualizações nos seus verbetes. “Apesar de um dicionário não poder filtrar a realidade à medida de quem o faz ou de quem o lê, branqueando usos preconceituosos ou pejorativos de determinadas palavras, sejam eles de género, raça, orientação sexual ou de qualquer outro tipo, pode e deve ser o mais neutro, abrangente e inclusivo possível” refere ainda a linguista.

Em baixo encontrará a nova definição da palavra “mulher” no Dicionário Priberam:



Mais informações: https://www.priberam.pt/dlpo/
Foto de alta resolução:
https://fotos.aempress.com/Priberam/Revisao-da-Palavra-Mulher-2018

 

doc icon PR-_-Priberam-e-FOXlife-reveem-a-palavra-mulher.docx