HomeNotíciasGeralLenovo acelera iniciativas de Inteligência Artificial para resolver grandes desafios da humanidade

Lenovo acelera iniciativas de Inteligência Artificial para resolver grandes desafios da humanidade

·         A Lenovo vai acelerar a implementação de iniciativas de AI para empresas; vai dar vida aos investimentos no centro de inovação de IA (Inteligência Artificial) e criará uma comunidade de especialistas globais que permitirá aos seus clientes atingir uma implementação mais rápida das suas cargas de trabalho de IA com soluções “end-to-end”

·         Parcerias com a Universidade da Carolina do Norte (NCSU) e a University College London (UCL) para unir esforços na investigação dedicada à IA no sentido de conservar recursos naturais em agricultura e avançar na física de partículas

·         A abordagem da Lenovo em três níveis, criada com base na liderança HCP, permite aos clientes ver o êxito a cada passo do percurso da IA, alavancando centros de investigação em IA, associações da indústria, produtos e serviços para ajudar os clientes, desde o protótipo à implementação das aplicações de IA

 

 

DENVER – 15 de novembro de 2017Hoje na edição de 2017 do Supercomputing (SC17), o Lenovo (HKSE: 992) (ADR: LNVGY) Data Center Group anunciou novas iniciativas com o objetivo de incentivar a adaptação da Inteligência Artificial (IA) e torna-la uma realidade, no sentido de melhorar a produtividade e os resultados transformadores. A IA é amplamente considerada como uma prioridade estratégica, com 76% dos inquiridos num estudo recente a indicar que é fundamental para o sucesso das estratégias operacionais, enquanto 64% afirmam que esta tecnologia é fundamental para o crescimento a longo prazo da sua organização. Ao mesmo tempo, prevêem-se 44 mil biliões de gigabytes de dados armazenados em 2020. Em conjunto, isto cria uma necessidade profunda de aprendizagem inferência, com base numa infraestrutura (HPC) que permite processar informação de alto rendimento, gerando nova informação, sustentando assim os principais avanços comerciais e científicos.

 

“A inteligência artificial já está a ter um impacto profundo nas estratégias comerciais tradicionais e na investigação científica e a maioria dos administradores de empresas assumem-na como uma prioridade para o futuro. Para realmente se tirar partido da grande quantidade de dados disponível no dia-a-dia, os nossos clientes devem adotar a IA como um veículo para atingir o sucesso dentro do mundo competitivo que predomina na atualidade”, afirma Kirk Skaugen, presidente do Data Center Group da Lenovo. “Com o nosso centro de inovação global de IA recém-inaugurado, proporcionaremos uma ampla gama de produtos e serviços com a qual ajudaremos a levar e a implementar os avanços da IA na vida real”.

 

 

A Lenovo e os seus clientes fazem da IA uma realidade para melhorar negócios e resultados sociais

 

A Lenovo está a associar-se a clientes enquanto estes exploram a capacidade da IA no sentido de permitir uma investigação verdadeiramente inovadora e avançar nos esforços humanitários realizados a nível global, tanto na identificação de curas para doenças, como na compreensão do verdadeiro impacto das alterações climáticas.

 

Na agricultura, por exemplo, 70% do total da água consumida em todo o mundo é água doce, e até 2050, espera-se que sejam necessários mais 10% dos recursos hídricos disponíveis para suportar o aumento no abastecimento de alimentos necessário para satisfazer o crescimento considerável esperado na população. Como a disponibilidade de água doce para a agricultura é cada vez mais escassa, torna-se fundamental identificar as áreas de escassez de alto risco antecipadamente e administrar os recursos hídricos existentes para minimizar os efeitos negativos sobre a produção de alimentos, tanto em benefício da sociedade como para o trabalho dos agricultores locais no geral.

 

Os investigadores da Universidade do Estado da Carolina do Norte (NCSU), em colaboração com a Lenovo, estão implicados neste desafio global. Através de um processo de análise de imagens geoespaciais baseado na IA, a NCSU aplica algoritmos de aprendizagem profunda para reconhecer as terras agrícolas, identificar cultivos agrícolas, monitorizar as condições do solo e calcular a água necessária para a criação de mapas de determinação de zonas de seca. As mesmas técnicas de IA ajudam os agricultores locais e globais a examinar a saúde das suas culturas e solos para uma gestão eficiente dos recursos hídricos e energéticos durante a rega e melhorar desta forma a rentabilidade e conservação dos recursos naturais, que são, em muitas ocasiões, escassos.

 

Na University College London (UCL), os investigadores estão a reconstruir eventos de colisão de partículas de alta energia com a experiência ATLAS do Grande Colisor de Átomos (LHC) do CERN, o maior e mais potente acelerador de partículas do mundo. Este trabalho é fundamental para abordar algumas das questões mais fundamentais sobre a origem do universo. No entanto, a crescente intensidade de colisões no LHC tem vindo a desafiar as técnicas de reconhecimento tradicional, que exigiam, ocasionalmente, quantidades fora do alcance dos recursos informáticos atuais.

Através da colaboração com a Lenovo, os investigadores da UCL assumiram o objetivo de aplicar a IA para reconstruir as trajetórias das partículas, usando dados gráficos proporcionados pelo ATLAS, de forma muito mais eficiente que os métodos tradicionais. Este enfoque otimiza os recursos tecnológicos e também pode ajudar a UCL a avançar com a sua investigação na reconstrução de eventos muito mais complexos.

 

A Lenovo ajuda os clientes a descobrir como a IA permite a transformação digital

 

Através do aumento do investimento da Lenovo em novas iniciativas de pesquisa e desenvolvimento em IA em mil milhões de euros, o Lenovo Data Center Group está a gerir três novos centros de inovação em AI em Morrisville na Carolina do Norte, Estugarda na Alemanha e Pequim, na China. Todos estes centros foram concebidos para ajudar os seus clientes a descobrir a forma como a IA pode ajudar a gerir grandes negócios ou desafios humanitários. Mais de 100 cientistas da Lenovo especializados em dados e desenvolvimento de IA, já estão a trabalhar para criar soluções habilitadas para esta tecnologia, como a função de poder analisar e detetar tumores através de imagens, ajudando os médicos a determinar o melhor tratamento. Os clientes da Lenovo podem aceder aos serviços oferecidos pelo centro de inovação de forma remota, além de terem a oportunidade de testar e aperfeiçoar aplicações e cargas de trabalho dentro de uma variedade de sistemas, otimizada para alto rendimento. Além disso, podem unir-se a uma comunidade repleta de parceiros especialistas e cientistas de dados, bem como outros clientes, para partilhar perspetivas e aprendizagens com o objetivo de ajudar a resolver alguns dos maiores desafios do mundo.

 

A Lenovo usa a IA para se concentrar no cliente

 

Com uma parte significativa da adoção da IA a ser desenvolvida a partir da inteligência, a Lenovo tem experiência suficiente para tornar realidade os projetos de IA dos clientes. A Lenovo vê o percurso dos clientes para a inteligência artificial como um processo de três fases:

 

·         Descobrir: Ajudar a descobrir o potencial e os benefícios da IA para a aplicar num vasto conjunto de casos;

·         Desenvolvimento: Proporcionar um hardware otimizado de IA e a seleção de trabalhos de IA para levar a cabo o desenvolvimento de aplicações de IA

·         Implantação: Implantação acelerada com soluções “end-to-end” simplificadas e um serviço profissional especializado

 

“Acreditamos que as máquinas não substituirão os seres humanos e que permitirão aumentar e ajudar nas nossas ações em todos os aspetos da vida, uma visão a que chamamos de inteligência aumentada. Trabalhar com IA é uma tarefa complexa. Requer uma potência de processamento significativa e um nível de conhecimentos técnicos que não costuma estar disponível nos nossos clientes”, diz Madhu Matta, Vice-Presidente e Diretor-Geral do departamento de IA e HPC da Lenovo DCG.

“Criámos um ecossistema “end-to-end” que nos permite apoiar os nossos clientes em cada passo que dão, para explorar estratégias de IA e aplicar o poder da inteligência aumentada”.

 

 

Fornecer capacidades de IA com soluções e serviços informáticos completos e de alto desempenho

 

A inteligência artificial, a aprendizagem automática e as cargas de trabalho de aprendizagem profundas exigem uma base flexível, ágil e de alto rendimento tecnológico (HPC) – infraestruturas otimizadas para operar. Para capacitar os clientes que procuram estas capacidades transformadoras, a Lenovo anunciou uma oferta específica para estas futuras cargas de trabalho:

 

·         Novos GPUs para ThinkSystem SD530, incluindo assistência para os mais recentes aceleradores NVIDIA® Volta Tesla® V100 GPU e processadores Intel Xeon Scalable Systems Family. O ThinkSystem SD530 é facilmente adaptável para os clientes que procuram o poder e a escala em grandes e complexos entornos como a computação de alto rendimento ou definidos por software. Como o novo Tesla V100, o ThinkSystem SD530 converte-se numa potente opção para aplicações de IA, incluindo cargas de trabalho em escala.

 

·         Lenovo Intelligent Computing Orchestrator (LiCO), uma gestão potente com um interface intuitivo que ajuda a acelerar o desenvolvimento de aplicações de IA. A LiCO inclui os recursos mais conhecidos em código aberto de IA, supervisiona a formação de redes neuronais, horários de carga de trabalho de IA em múltiplos entornos e é capaz de trabalhar através de provedores com soluções diferentes.

 

Com os mais recentes desenvolvimentos em hardware e software na HCP da Lenovo, além da abertura dos seus três centros de inovação globais para consultas e testes de IA, a Lenovo oferece aos seus clientes, independentemente do seu tamanho, uma rota para conseguir uma implantação completa, “end-to-end” e rentável de IA.

 

 

Sobre a Lenovo

 

A Lenovo (HKSE: 992) (ADR: LNVGY) é uma empresa global líder no desenvolvimento de tecnologias inovadoras para os segmentos de consumo, comercial e empresarial, avaliada em 43 mil milhões de dólares pelo índice Fortune 500. O nosso portefólio de produtos e serviços de qualidade e seguros abrange a área dos PCs (incluindo as marcas ThinkPad e YOGA), workstations, servidores, armazenamento, smart TVs, smartphones (incluindo a marca Moto), tablets e aplicações. Siga a Lenovo Portugal no Facebook e no Twitter, ou visite-nos em http://www.lenovo.com/pt/pt/

 

Declarações adicionais:

Universidade do Estado da Carolina do Norte

“Estamos muito contentes com o trabalho que estamos a realizar em torno de um tema tão global como as reservas de água doce. À medida que procuramos tirar partido de processos informáticos mais avançados e de métodos de aprendizagem aprofundados, a nossa infraestrutura existente deixa de ser suficiente”, afirma Ranga Raju, Professor Associado em Análise Geoespacial na NCSU. “A associação da Lenovo com o centro de inovação de IA de Morrisville permite-nos ganhar acesso à infraestrutura que permite uma otimização das cargas de trabalho, mas também a uma riqueza de conhecimentos entre a Lenovo e os seus parceiros, cujos engenheiros e consultores são especialistas em IA”.

 

UCL

Professor Nikos Konstantinidis, codiretor do Centro de Formação Doutoral da UCL em Ciência Intensiva de Dados e assessor de estudantes de doutoramento da Lenovo, afirma: “Estamos muito contentes por a Lenovo ser nossa parceira nesta iniciativa tão emocionante. A UCL tem uma grande tradição de excelência em ciência intensiva de dados e uma forte cultura de investigação interdisciplinar entre a escola e a indústria. Reunir a experiência da equipa da Lenovo em IA com estudantes e doutorandos acelerará o desenvolvimento e a aplicação de novas técnicas de IA que promete proporcionar soluções inovadoras para grandes desafios, tanto em ciências fundamentais como no avanço na indústria e física dentro do grande colisor de átomos do CERN.