HomeActualidadeEstudosSaiba como manter os millennials felizes no local de trabalho

Saiba como manter os millennials felizes no local de trabalho

Adecco revela como manter os millennials felizes
no local de trabalho

 

Os millennials têm muito para oferecer às empresas, mas pode ser um verdadeiro desafio atraí-los e, especialmente, mantê-los satisfeitos no emprego.

(Lisboa, 29 de agosto 2018) – Numa altura em que se sabe que a geração Y, mais conhecida como millennials, confia menos nas empresas, a Adecco revela algumas dicas para manter os millennials felizes no seu local de trabalho, com base num estudo internacional levado a cabo pela marca.

  1. Comunique abertamente com os colaboradores millennials e encoraje-os a partilharem as suas preocupações;

  2. Trabalhe com especialistas a nível local para compreender verdadeiramente o que esta geração deseja, para que possa ir ao encontro das suas expectativas;

  3. A popularidade do trabalho freelancer está a crescer. Apresente opções de trabalho flexíveis e crie mais oportunidades para posições temporárias.

  4. Os millennials não apreciam a permanência, mas com salários favoráveis aos seus estilos de vida, um equilíbrio entre o trabalho e a vida pessoal, e horários flexíveis será mais fácil mantê-los.

  5. Trabalhe junto dos seus colaboradores com o intuito de eliminar estereótipos e discriminação. Isso é crucial se o seu objetivo for criar uma força de trabalho diversificada e reter uma geração de colaboradores empáticos, produtivos e socialmente conscientes.

  6. Realce os benefícios do reverse mentoring aos colaboradores mais antigos. Além de promover o trabalho em equipa e a eficiência, faz com que as pessoas compreendam melhor as necessidades de cada um e, consequentemente, o próprio negócio.

  7. O uso do chatbot está em ascensão. Implemente-o para garantir que a sua equipa fique completamente envolvida, bem conectada e a lidar com as tarefas rapidamente.

Como afirma Carla Rebelo, diretora-geral da Adecco em Portugal, “gerir millennials requer elasticidade para pensar de modo diferente de padrões instituídos nas organizações”. “É um desafio cujo retorno acaba por ser muito positivo”, adianta.


DESCARREGAR INFORMAÇÃO

Tags