HomeActualidadeBrisa associa-se ao Dia europeu sem uma morte na estrada (EDWARD)

Brisa associa-se ao Dia europeu sem uma morte na estrada (EDWARD)

Brisa Autoestradas de Portugal Logo PNG

Brisa associa-se ao Dia europeu sem uma morte na estrada (EDWARD)

 No dia 19 de setembro, pede-se a todos os condutores, peões e passageiros, que contribuam para que este dia seja uma realidade

 

A Brisa associa-se à iniciativa da APCAP em promover o dia europeu sem uma morte na estrada, que se concretiza na divulgação nos painéis de mensagem variável das autoestradas das seguintes mensagens:

 

  • Se conduzir não use o telemóvel. Boa Viagem.
  • Dia europeu sem mortos. Faça a sua parte.

 

A segurança rodoviária é uma prioridade da Brisa, materializada através de uma rigorosa política de gestão ativa do tráfego, da operação e manutenção das vias, bem como das campanhas de informação e sensibilização que regularmente promove.

 

Desde 3 de setembro, que está no ar a nova campanha de segurança rodoviária da Brisa. Com a assinatura “Offline na condução, Online na vida”, a campanha sensibiliza os condutores para o perigo da utilização do telemóvel enquanto conduzem e da adoção de comportamentos de risco por parte dos condutores – veja o vídeo da campanha aqui.

 

O objetivo da União Europeia para 2010/20 era conseguir uma redução de 50% na mortalidade rodoviária. Entre 2010 e 2017 assistimos a uma redução de 20% no número de vítimas mortais nas estradas da UE.

 

Em Portugal esse indicador foi de 31% e na rede Brisa a redução de vítimas mortais, no mesmo período, foi de 50%. Resultado que reflete o esforço, o investimento, o trabalho e a dedicação, de todos os stakeholders comprometidos com a redução do número de acidentes rodoviários.

 

 

Sobre o Projeto EDWARD

PROJETO EDWARD (European Day Without a Road Death), lançado em 2016 e apoiado por todos os 30 países membros da TISPOL (European Traffic Police Network), tem como propósito a concretização de um dia nas estradas europeias sem acidentes com vítimas mortais.

Este feito só pode ser alcançado com a consciência e participação de todos os que partilham as estradas europeias.

A longo prazo pretende-se alcançar uma redução significativa e sustentada de mortes e ferimentos resultantes da sinistralidade rodoviária.

pdf icon 139-INST-dmi-18_v3.pdf

Tags