HomeCulturaAnimaçãoRALPH VS INTERNET | IMAGINE DRAGONS ESCREVEM E GRAVAM “ZERO”, O TEMA DOS CRÉDITOS FINAIS DO FILME

RALPH VS INTERNET | IMAGINE DRAGONS ESCREVEM E GRAVAM “ZERO”, O TEMA DOS CRÉDITOS FINAIS DO FILME

https://gallery.mailchimp.com/9c7f518e14d780854269ca5d6/images/65a5a522-efa9-4a17-8991-98568c41e742.jpg

IMAGINE DRAGONS ESCREVEM E GRAVAM “ZERO”, O TEMA DOS CRÉDITOS FINAIS DE “RALPH VS INTERNET”

“Zero” estará disponível a partir de hoje e pode ser ouvida AQUI

O filme estreia nos cinemas portugueses a 29 DE NOVEMBRO

https://gallery.mailchimp.com/9c7f518e14d780854269ca5d6/_compresseds/ec399953-89b6-4539-9519-dcb4faea56a7.jpg

Lisboa, 19 de setembro de 2018 – Os Imagine Dragons, a banda vencedora de um GRAMMY®, responsável pelos êxitos “Natural” e “Whatever It Takes”, escreveu e gravou o tema dos créditos finais de “Zero”, para o filme “Ralph vs Internet”, da Walt Disney Animation Studios. A canção, que sairá no álbum da banda-sonora da Walt Disney Records, está disponível a partir de hoje através da KIDinaKORNER/Interscope Records. O vídeo com a letra de “Zero” também foi hoje lançado, pode ser visto AQUI. Realizado por Rich Moore e Phil Johnston, “Ralph vs Internet” chega às salas de cinema portuguesas a 29 de novembro de 2018.
 
No filme, Ralph, o vilão dos videojogos, verá a amizade com a sua companheira Vanellope Von Schweetz, ameaçada. De acordo com Dan Reynolds, vocalista dos Imagine Dragons, os temas emocionais do filme estão refletidos na canção “Zero”. “É um filme muito pertinente, no sentido em que aborda alguns dos problemas de identidade e solidão particulares a esta geração da internet,” refere Reynolds. “A luta interna que Ralph tem de auto-aceitação é algo com que nos identificamos bastante, e esta canção fala disso.”

Moore acrescenta, “É uma escolha arrojada para um tema final, porque é sobre alguém que se sente inútil, que nunca se sentiu valorizado e que deixou que todo o seu ser dependesse de uma única amizade. Quando essa amizade é ameaçada, fica muito inseguro.”

“Todos nos podemos relacionar com esse sentimento,” afirma Johnston. “Mas a canção mostra-nos que não estamos sozinhos. Eles acertaram de tal forma no tema do filme, que até nos dá vontade de dançar.”
 
Reynolds refere ainda, “De certa forma, a canção é uma dicotomia, com uma letra forte sobreposta a um ritmo instrumental bastante animado. O resultado é um tom por vezes agridoce, que parece apropriado tendo em conta a complexidade de Ralph enquanto personagem.”

“Zero” está agora disponível em KIDinaKORNER/Interscope Records:
Retalho: http://smarturl.it/IDZero
Amazon: http://smarturl.it/IDZero/amazonunlimited
Apple Music: http://smarturl.it/IDZero/applemusic
Google: http://smarturl.it/IDZero/googleplay
iTunes: http://smarturl.it/IDZero/itunes
Spotify: http://smarturl.it/IDZero/spotify

“Zero” irá aparecer na banda sonora de “Ralph vs Internet”, disponível a partir de 16 de novembro, pela Walt Disney Records.

SOBRE O FILME:
Em “Ralph vs Internet”, Ralph, o vilão dos videojogos e a sua melhor amiga Vanellope Von Schweetz, deixam a sua zona de conforto, para salvarem o videojogo de Vanellope, o Sugar Rush. A sua procura, leva-os para o vasto e desconhecido universo da internet, onde vão contar com o apoio dos cidadãos da internet – os netcidadãos – que os irão ajudar nesta viagem. Yesss, que tem a cabeça de um algoritmo e o coração e alma de um site de tendências, o Buzzztube e Shank, um piloto feroz de um jogo de corridas online, chamado Slaughter Race, um local que Vanellope adota completamente – tanto que Ralph receia perder a única amiga que alguma vez teve. Realizado por Rich Moore (“Zootrópolis”; “Força Ralph”) e Phil Johnston (co-argumentista de “Força Ralph”, “Zootrópolis”; guionista de “Bem-vindo a Cedar Rapids”), e produzido por Clark Spencer (“Zootrópolis”, “Força Ralph”, “Bolt”, “Lilo&Stitch”), “Ralph vs Internet” chega aos cinemas a 29 de novembro de 2018.


SOBRE OS IMAGINE DRAGONS:
Formada em 2019 e composta pelo vocalista Dan Reynolds, o guitarrista Wayne Sermon, o baixista Ben McKee e o baterista Daniel Platzman, os Imagine Dragons ganharam destaque através de uma série de lançamentos independentes de EPs. Depois de terem assinado contrato com Alex Da Kid para a sua editora KIDinaKORNER/Interscope, a banda teve o seu primeiro grande êxito com “Continued Silence”, um EP de 2012 que incluía o duplo single de platina “It’s Time”. “Night Visions” chegou mais tarde nesse  mesmo ano, levando os Imagine Dragons à ribalta ao estrearem no Nº 2 do Top 200 Albums da Billboard e ao se tornarem no álbum Nº 1 no Spotify a nível mundial, em 2013. “Night Visions” vendeu mais de 5 milhões de cópias globalmente. O segundo single do album, o 10 vezes platina “Radioactive”, alcançou o Nº 1 na tabela Billboard Rock e valeu à banda o GRAMMY para melhor atuação de rock em 2014. O terceiro single, “Demons”, alcançou o Nº 1 na rádio Alternative e Top 40, e vendeu mais de 4 milhões de cópias nos E.U.A. O segundo disco-platina dos Imagine Dragons, “Smoke + Mirrors”, foi entrada direta para o Nº 1 da Billboard Top 200 e vendeu 1.1 milhões de cópias mundialmente. O terceiro disco de estúdio da banda, “Evolve”, foi lançado em junho de 2017 e alcançou a dupla platina no espaço de um ano. O primeiro single “Believer” ocupou o topo da tabela de radio alternativa durante 12 semanas e o seu sucessor, “Thunder”, atingiu o Nº 1 na radio Alternative e top 40.

 

DESCARREGAR INFORMAÇÃO

Tags