HomeNotíciasGeralONU DESAFIA CEIIA A DESENVOLVER TECNOLOGIA

ONU DESAFIA CEIIA A DESENVOLVER TECNOLOGIA

GLOBAL COMPACT DAS NAÇÕES UNIDAS DESAFIA O CEiiA A DESENVOLVER TECNOLOGIA PARA TRATAR DOS OCEANOS

O CEiiA É A ENTIDADE PORTUGUESA
QUE INTREGA A “SUSTAINABLE OCEANS BUSINESS PLATFORM”


 

O CEiiA – Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto foi convidado pelo United Nations Global Compact das Nações Unidas a integrar a “Sustainable Oceans Business Platform”.

Esta adesão decorrerá, hoje, em Nova Iorque no âmbito da Assembleia Geral da Nações Unidas e que contará com a presença da Ministra do Mar de Portugal. O CEiiA é a entidade privada portuguesa num total de 50 organizações que a compõem.

O trabalho do CEiiA, no âmbito desta plataforma estará muito focado no desenvolvimento, com parceiros internacionais, de novas tecnologias que permitam a recolha e tratamento de dados sobre oceanos, cruzando a dimensão do mar com a dimensão do espaço.

Segundo a entidade portuguesa, este convite surge porque o CEiiA tem vindo a desenvolver trabalho na área do mar/espaço, já com reconhecimento nacional e internacional mas, também, porque o CEiiA é uma referência na área da mobilidade sustentável, nomeadamente na recolha de dados, assim como na quantificação em tempo relal do CO2 evitado na mobilidade para as Nações Unidas.

Para o CEiiA “ este convite e poder fazer parte desta plataforma é um orgulho, não só para as nossas equipas, como para Portugal, pois é o reconhecimento da excelência do nosso trabalho e da nossa tecnologia. Por outro lado, é uma excelente oportunidade para podermos, de forma colaborativa, conceber e desenvolver tecnologias, produtos e serviços que podem ajudar a melhorar os oceanos, mas também para exportar tecnologia concebida e desenvolvida em Portugal”, declara Gualter Crisóstomo – Diretor de Sustentabilidade do CEiiA”.

Neste grupo de cerca de 50 entidades, a representação maior é de entidades da Noruega, do Japão, e França, embora todas elas relacionadas com o transporte marítimo, Oil & Gas e Fundos de investimento. Neste conjunto de entidades encontram-se também universidades, assim como organizações do universo da ONU, como o PNUD, a UNEP, entre outras.

DOWNLOAD | PRESS RELEASE

NOTAS PARA O EDITOR

O CEiiA é um Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto que concebe, desenvolve e opera produtos e serviços nas indústrias de mobilidade, nomeadamente Automóvel e Mobilidade Urbana, Aeronáutica, Mar e Espaço, com presença em vários países da Europa e da América Latina.

O CEiiA é um dos 10 maiores investidores de I&D em Portugal. É atualmente uma referência internacional na área da mobilidade sustentável e reconhecido no mundo aeronáutico pelas suas competências em engenheira de estruturas e mais recentemente na área do mar e espaço.

O trabalho do CEiiA na área da mobilidade sustentável e na área das cidades e cuminidades sustentáveis é actualmente uma referência para a ONU, nomeadamente através da plataforma mobi.me que quantifica em tempo real, o CO2 evitado na mobilidade sustentável.

MAR E ESPAÇO

No Mar e Espaço, o CEiiA desenvolve sistemas de observação e monitorização do mar profundo (equipamentos colaborativos e sistemas de gestão de dados), associados às oportunidades da extensão da plataforma continental e de forma integrada com o projeto do Air Centre – Atlantic International Research Centre.  É parceiro de revelo nos principais consórcios nacionais neste âmbito, como é o caso do OCeantech e do INFANTE, que irá colocar em orbita o primeiro microssatélite modular 100% português.

OCEANTECH – Programa mobilizador de investigação e desenvolvimento de um sistema de gestão de operações com base em veículos robóticos inteligentes para a exploração do mar global a partir de Portugal. Envolve 12 entidades nacionais (universidades e indústria) no desenvolvimento de várias tipologias de equipamentos para várias missões (tropedos, lander, ROV) que trabalham de forma colaborativa e com conetividade em tempo real a uma plataforma de recolha, tratamento e disponibilização de dados para a observação, exploração e monitorização do mar profundo.

INFANTE – Programa mobilizador de investigação e desenvolvimento de um Microssatélite para Vigilância Marítima, Observação da Terra e IoT no contexto de constelações. Envolve 20 entidades nacionais (universidades e indústria) com o objetivo do seu lançamento até 2020.

Marcas não-invasivas – O CEiiA desenvolveu um sistema de marcação não invasivo para jamantas e tubarões, que está em fase de produtização, numa parceria com o IMAR – Instituto do Mar e a televisão britânica BBC. As tags fornecem informações em tempo real sobre profundidade, temperatura e posição GPS e podem conter diferentes sensores como câmaras. O resultado poderá ser visto num documentário da BBC, que foi para o ar em Fevereiro de 2018.

MEDUSA – É um AUV (Autonomous Underwater Vehicle) desenvolvido por um consórcio nacional, liderado pelo CEiiA, sendo o primeiro com capacidade para ir até três mil metros de profundidade.

SUSTAINABLE OCEAN BUSINESS PLATFORM

Através da plataforma Sustainable Ocean Bunisess  o Global Compact das Nações Unidas, convidou um conjunto de entidades a criar uma agenda de mudança ambiciosa em torno do tratamento dos oceanos e que se alinha com o senso de urgência e ambições delineada pelos Objetivos dos Desenvolvimento Sustentável (ODS).

Ao conectar estas cerca de 50 entidades mundiais (empresas, universidades, ONGs e Governos) com alguns dos principais pensadores e inovadores “fora do movimento tradicional sustentabilidade e exponenciais do mundo”, a iniciativa Sustainable Ocean pretende desenvolver princípios, metodologias e projetos tecnológicos e sociais que mitiguem os riscos e ameças que hoje se associam aos oceanos como é o caso da sobre-pesca, do lixo marinho e acidificação ter colocado a saúde dos oceanos do mundo em um estado muito frágil.

Objectivos
Desenvolver um quadro de liderança para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável assoviados aos oceanos, ou seja, facilitar o desenvolvimento de um quadro de liderança empresarial nos oceanos, mares e recursos marinhos;

Promover e induzir parcerias e ações locais parceria e ação local, ou seja, expandir parcerias de sucesso existentes no nível do país/região na proteção dos oceanos;

Desenvolver e promover políticas públicas amigas dos oceanos, assim como o desenvolvimento de ferramentas que apoiem a implementação dessas políticas e que contribuam para uma maior consciencialização da necessidade de proteger os oceanos;

Recolher, mapear e tratar dados relacionados com os oceanos, ou seja, desenvolver a recolha, monitoramento e tratamento de dados que possam contribuir para definição de políticas, desenvolvimento de tecnologias que contribuam para a proteção dos oceanos.Benefícios de se participar na Sustainable Oceans Business Platform

O acesso a uma rede de exponenciais líderes, empreendedores, inovadores e escritórios da ONU na intersecção da sustentabilidade, tecnologia e modelos de negócios emergentes relacionados com os oceanos;

Participar na construção de uma visão única para proteção dos oceanos e explorar oportunidades de parceria em todo o sistema das Nações Unidas.

Criação de parcerias para desenvolvimento de estratégias, projetos, investigação, novos modelos de negócios associados á proteção dos oceanos.