HomeActualidade12ª Edição das Jornadas 2018 “A New Life Inside” demonstrou as mais recentes tendências de Facility Management

12ª Edição das Jornadas 2018 “A New Life Inside” demonstrou as mais recentes tendências de Facility Management

A conferência, que durou dois dias, contou com a presença de empresas de referência do setor bem como de membros da EuroFM
Lisboa, 22 de outubro de 2017 – Terminou a 12ª edição das Jornadas FM 2018 “A New Life Inside”, realizadas pela APFM – Associação Portuguesa de Facility Management. Com um grande enfoque no poder da Internet of Things (IoT) e na evolução dos espaços de trabalho, o evento contou a presença de Anabela Pedroso, Secretária de Estado do Ministério da Justiça e Pekka Matvejeff, Presidente da EuroFM, entre outros oradores de peso.

Os tempos estão a mudar e a forma como as organizações estão a acompanhar essa mudança e se esforçam por prestar novos serviços e ambientes foi um dos temas principais da conferência. Para Olga van Diermen, membro do Board da EuroFM, “gerir uma mudança no local de trabalho com sucesso implica gerir estilos de trabalho individuais, cultura, resistência, participação, projetos e processos, bem como comunicação e a própria chefia”. Não fugindo ao tema, Pedro Álvarez, International Business Development Manager na Acciona, comentou a propósito de como é que a tecnologia ajuda os espaços a se tornarem mais humanos, afirmando que “uma vez que a tecnologia cuida de tarefas repetitivas e processuais, existe mais tempo para nos concentrarmos na experiência do utilizador e qualidade de vida de todos os ocupantes; além disso, a IoT permite reunir dados em tempo real que podem ser medidos em relação a outras variáveis, permitindo-nos entender impactos diretos e indiretos e correlações nos locais de trabalho”. Já Peter Brown, especialista em comunicação estratégica e estratégia de marca, acrescenta que a “Inteligência Artificial ajuda a fazer uma tarefa melhor e mais rápida” e que os humanos e as máquinas aprendem em conjunto.

Em conjunto com os escritórios, também as cidades se estão a tornar cada vez mais atrativas, competitivas e… inteligentes. Para Luís Newton, Presidente de Freguesia da Estrela, considera que “aquilo que hoje é uma inovação será o básico de amanhã”.

No que diz respeito à forma como podemos impactar a qualidade de vida num ambiente construído, Rita Almeida Martins, pertencente à direção de projetos e instalações da EDP, não tem dúvidas e garante que “uma intervenção ao nível da arquitetura devia ser essencial para garantir um ambiente de trabalho de sucesso tendo em conta relações interpessoais, métodos de trabalho e a idade média dos colaboradores”. Já para Ine Schaeps, Workplace Consultant no Grupo Procos, a regularização da norma ISO41001 foi uma mais valia para o Facility Management e essencial para o mercado.

Em resumo, uma das grandes questões colocadas é se hoje em dia o maior foco pode e deve ser mais pessoas. Para Raquel Cruz, Diretora de Grandes Contas na ISS Facility Services a “nova era do Facility Management passa de orientar edifícios para se aproximar das pessoas” e que com recurso a Big Data é possível “aumentar a experiência do utilizador, facilitar a colaboração, aumentar a produtividade dos colaboradores, fornecer um ambiente de aprendizagem e promover a eficiência”, garantindo que os resultados finais devem ser sempre centrados nas pessoas.

Estes e outros temas foram discutidos nos últimos dois dias, nas Jornadas de Facility Management 2018 “A New Life Inside”.

### fim ###