HomeNotíciasGeralAdega de Portalegre Winery nos brindes da vitória da 32ª edição da Baja Portalegre 500

Adega de Portalegre Winery nos brindes da vitória da 32ª edição da Baja Portalegre 500

32ª Edição da Baja Portalegre 500 I 25 a 27 de outubro

 

Adega de Portalegre Winery nos brindes da vitória da 32ª edição da Baja Portalegre 500

 

Não há espetáculo como o todo-o-terreno e não há espetáculo como a Baja Portalegre, ou não fosse esta a mais antiga prova de TT nacional. A 32ª edição promete adrenalina, banhos de lama e muita emoção, que se faz acompanhar pela elegância de um vinho tipicamente alentejano, com 25 anos de história e inúmeros prémios que confirmam a sua qualidade. Sem carros, motas quads ou SSV, mas com representantes à altura, a Adega de Portalegre Winery ‘participa’ na prova com o Conventual Branco e Tinto, prontos a brindar a cada vitória.

 

Esta quinta-feira, na cerimónia de partida da prova, a marca nacional embaixadora dos vinhos de Portalegre desde 1954 vai marcar presença com um espaço no jardim da Avenida da Liberdade, em Portalegre. Depois, estará disponível um bar na herdade onde decorre o evento, até ao final da Baja, no próximo sábado.

 

Os Conventual Tinto e Branco são vinhos do Alentejo únicos, com a singularidade de uma produção feita a partir de uvas das vinhas de altitude, na região de Portalegre. Frutado, com sabor macio a frutos vermelhos, chocolate preto, com presença de taninos suaves, o Conventual Tinto é a companhia perfeita para carnes de aves, vermelhas e cozinha italiana. O Conventual Branco, com nariz fragrante com notas de citrinos, pêssego e ligeiras nuances tropicais amparadas por sugestões minerais, é o acompanhamento ideal de peixes, marisco, carne de aves grelhadas e cozinha italiana.

 

Sobre a Adega Portalegre Winery

Fundada em 1954 e inserida no Parque Natural da Serra de São Mamede, a Adega de Portalegre Winery desde sempre se distinguiu pela qualidade e originalidade dos seus vinhos. Diferentes de todos os restantes pela utilização de uvas de vinhas muito velhas, com mais de 70 anos, que se encontram a uma altitude entre os 600 e 700 metros e pela manutenção de uma cultura ancestral do vinho, são cunhados com uma enorme excentricidade, singularidade e personalidade, o que se traduz pelos inúmeros prémios nacionais e internacionais que foi recebendo ao longo de mais de 60 anos.