HomeActualidadeEmpresaIberdrola distingue empresa portuguesa Socorpena com Prémio Fornecedor do Ano 2018

Iberdrola distingue empresa portuguesa Socorpena com Prémio Fornecedor do Ano 2018

Empresa portuguesa é galardoada na categoria de Serviços Energéticos

  • Empresa portuguesa Socorpena foi premiada na categoria Serviços Energéticos, num concurso que reconhece 12 empresas de oito nacionalidades

  • Ignacio Galán, presidente do Grupo, destacou que “com os fornecedores respondemos hoje aos importantes desafios impostos pela ONU aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, para os quais o papel das empresas – grandes e pequenas – é fundamental”

 

  • A Iberdrola pretende, com estes prémios, incentivar, promover e reconhecer o trabalho dos seus fornecedores, fundamental para o alcance dos objetivos estratégicos da empresa

 

A Iberdrola reconheceu, hoje, a empresa portuguesa Socorpena, com o Prémio Fornecedor do Ano 2018, na categoria de Serviços de Construção.

A Socorpena, empresa do Norte de Portugal, – que tem a cargo a construção de todos os acessos às centrais hidroelétricas de Gouvães e Alto Tâmega, no âmbito do projeto do Sistema Eletroprodutor do Tâmega – foi distinguida pela promoção do emprego local e ainda pela qualidade do trabalho realizado, bem como pela sua capacidade de cumprir os exigentes prazos, impostos pela Iberdrola, para a execução das suas funções.

O Sistema Eletroprodutor do Tâmega contempla a construção de três barragens: Alto Tâmega, Daivões e Gouvães. Os trabalhos já avançam a bom ritmo, de acordo com o previsto desde o início do projeto e estando já executada 35% da sua construção. Até 2023 o Sistema Eletroprodutor do Tâmega deverá estar completamente concluído.

Com estes prémios, a Iberdrola tem como objetivo incentivar, promover e reconhecer o trabalho dos seus fornecedores, fundamental para o alcance dos objetivos estratégicos da empresa.

O evento, que aconteceu esta manhã no Auditório do Campus Iberdrola em San Agustín de Guadalix (Madrid), contou com a participação de cerca de 340 convidados, entre eles representantes de 167 fornecedores da empresa de diferentes países e vários setores.

Entre outros executivos da empresa, estiveram presentes no evento o Presidente do Grupo, Ignacio Galán; o Diretor Geral de Negócios, Francisco Martínez Córcoles; o Diretor Geral de Finanças e Recursos, José Sainz Armada; os Diretores Globais das áreas do mercado Liberalizado, Aitor Moso, e Renováveis, Xabier Viteri; assim como o Diretor de Compras e Seguros, Asís Canales.

Ignacio Galán salientou, durante o seu discurso, que “com os fornecedores respondemos hoje aos importantes desafios impostos pela ONU aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, para os quais o papel das empresas – grandes e pequenas – é fundamental”. “A Iberdrola continuará a ser um motor de crescimento industrial nos países em que está presente, exercendo um importante efeito impulsionador sobre milhares de fornecedores em todo o mundo”, destacou ainda o Presidente.

Peça fundamental para desenvolver o plano de investimento

Segundo o Presidente da Iberdrola, “apenas profissionais competentes, inovadores, eficientes e responsáveis ​​podem ajudar-nos a cumprir com os nossos planos para o futuro. Um futuro que visualizamos verde e digital”.

A Iberdrola, que emprega mais de 400.000 pessoas através de compras, planeia terminar o ano com um volume de negócios de mais de 9.000 milhões de euros, 5% a mais do que no ano anterior.

A maioria dos contratos refere-se a fornecedores dos países de referência da empresa – Estados Unidos, Espanha, Brasil, Reino Unido e México -, mas também a empresas de outros países onde o Grupo desenvolve iniciativas, como Portugal e França.

Alguns dos negócios mais relevantes correspondem a projetos de energia de primeira linha que a empresa está a desenvolver atualmente, como o parque eólico offshore East Anglia One (Reino Unido); o complexo Hidroelétrico do Tâmega (Portugal); a central fotovoltaica Núñez de Balboa (Espanha); os projetos de transmissão de energia elétrica no Brasil e ainda os parques eólicos terrestres em Coyote, Otter Creek, Karankawa e Montague.

Recorde-se ainda que o Projeto Eletroprodutor do Tâmega faz parte do Programa Nacional de Barragens com Elevado Potencial Hidroelétrico (PNBEPH) e prevê gerar cerca de 13.500 novos empregos, entre diretos e indiretos, proporcionando o desenvolvimento local das regiões afetas ao empreendimento.

 

Sobre a Iberdrola

A Iberdrola é líder global em energia, a principal produtora de energia eólica e uma das maiores concessionárias de energia elétrica do mundo por capitalização de mercado. O Grupo atua em diversos países e fornece energia para quase 100 milhões de pessoas, principalmente em Espanha, no Reino Unido (ScottishPower), nos Estados Unidos (AVANGRID), no Brasil (Neoenergia) e no México. Com uma força de trabalho de 34.000 pessoas e ativos no valor de € 110 mil milhões, registou um volume de faturação de € 31,2 mil milhões e um lucro líquido de € 2,8 mil milhões, em 2017. A empresa foi a maior emissora corporativa de títulos verdes em 2016 e 2017, em todo o mundo.

A Iberdrola lidera a transição energética para um modelo sustentável, através de investimentos em energias renováveis, redes inteligentes, armazenamento de energia em larga escala e transformação digital, oferecendo os produtos e serviços mais avançados aos seus clientes. Graças ao seu compromisso com a energia limpa, é uma das empresas que regista menores emissões e uma referência internacional pela sua contribuição para a luta contra as mudanças climáticas e para a sustentabilidade do planeta, que colocaram o grupo em posições de destaque em índices como o Dow Jones Sustainability Index e o FTSE4Good. A Iberdrola é considerada uma das empresas de eletricidade mais sustentáveis ​​do mundo.

 

 

 

pdf icon Iberdrola-distingue-empresa-portuguesa-Socorpena-com-Prémio-Fornecedor-do-Ano-2018.pdf