HomeNotíciasGeralMETRO PROMOVE CINEMA NA ESTAÇÃO CAIS DO SODRÉ – Dia Mundial do CINEMA (05 de novembro)

METRO PROMOVE CINEMA NA ESTAÇÃO CAIS DO SODRÉ – Dia Mundial do CINEMA (05 de novembro)

 

No âmbito das várias iniciativas desenvolvidas pelo Metropolitano de Lisboa integradas nas comemorações do seu 70º Aniversário vem agora, esta empresa, promover uma sessão de cinema com um conjunto de curtas-metragens de animação, de produção portuguesa, por ocasião do Dia Mundial do Cinema.

 

Estas sessões de cinema terão lugar no dia 05 de novembro, na estação de Metro do Cais do Sodré, a partir das 21:00 horas. Serão sessões gratuitas que se inserem nas comemorações do Metropolitano de Lisboa para o dia Mundial do Cinema.

 

As curtas-metragens abordarão temáticas relativas ao transporte Metro. O Metropolitano de Lisboa convidou a atriz e programadora Mia Tomé para proceder à seleção de três filmes portugueses que falem sobre metros. Mia Tomé diz-nos que  “… são três filmes Portugueses que viajam e que fazem viajar.”

Sobre os filmes…

 

NYC 1991
Paulo Abreu, 1996

“NYC 1991” é um filme construído a partir de filmagens em Super8, realizadas em Nova Iorque em 1991 (tal como se pode adivinhar pelo título), e montadas muito recentemente com a inclusão de “Dirty Windows” de Lee Ranaldo. As imagens têm a patine que a própria tecnologia implica, um meio relativamente pobre, mas sobejamente conhecido por ser também facilitador de bons resultados estéticos, somada à que advém de um desfasamento de 25 anos. Tal como Lee Ranaldo, Paulo Abreu tem uma visão pessoal da América, das imagens que o surpreendem e nos surpreendem, apesar de tudo, como se a memória coletiva do cinema funcionasse num pathos do qual jamais se poderá desembaraçar. Mas, afinal, podemos ser continuamente surpreendidos pelo que guardamos dos sítios que visitamos, nem que seja através dos filmes. O diálogo com a poesia e música de Ranaldo coloca-nos perante diferentes camadas de perceção que se articulam sem se deixarem submeter, fugindo, dessa forma, ao mero exercício ilustrativo. 


AUSSTIEG
Jorge Quintela, 2010

Um filme de bolso num comboio entre duas estações em Berlim.

ENTRECAMPOS
João Rosas, 2012

Mariana tem 11 anos e acabou de se mudar de Serpa para Lisboa com o pai. Os primeiros dias na cidade são passados a arrumar a casa e a conhecer o novo bairro, Entrecampos. Após o primeiro dia de aulas, Mariana perde-se a voltar para casa da escola e tem de telefonar ao pai a pedir ajuda. No dia seguinte, trava amizade com um rapaz da sua turma, Nicolau, e o irmão deste, Simão, mais velho. Os dois irmãos convidam Mariana para lanchar e ajudam-na a chegar a casa.