HomeActualidade85% DOS PORTUGUESES FAZ AS SUAS COMPRAS ONLINE FORA DO PAÍS

85% DOS PORTUGUESES FAZ AS SUAS COMPRAS ONLINE FORA DO PAÍS

E-COMMERCE EM PORTUGAL

RANGEL DEFENDE QUE A LOGÍSTICA É CRUCIAL
PARA O AUMENTO DAS VENDAS NO CANAL DIGITAL

Há já vários anos que as vendas online têm crescido a dois dígitos a nível global. “As empresas nacionais devem ajustar-se à realidade do ecommerce dos dias de hoje, mercado que em 2017 representou um volume de vendas de 2 biliões de euros a nível mundial e espera-se que ascenda aos 4,6 biliões de euros em 2021”, afirma Nuno Rangel, CEO da Rangel Logistics Solutions, no âmbito da BOW – 2ª Conferência Internacional “Business on the Way”, promovida pela AEP no Porto.

Em Portugal, apenas um terço da população recorre à internet para fazer as suas compras, sendo a média europeia o dobro deste valor. No entanto, Nuno Rangel salientou que o indicador de ecommerce mais crítico para as empresas nacionais é o elevado comércio Cross Border, isto é, 85% dos consumidores portugueses fazem as suas compras online fora das nossas fronteiras.

“Por aqui se vê o potencial que existe para o tecido empresarial português. É fundamental que as empresas nacionais se ajustem a esta realidade e desenvolvam uma estratégia de ecommerce que inclua uma componente logística rápida e eficiente, pois isso é o que o cliente online cada vez mais exige – preço e rapidez na entrega do produto”, afirmou na conferência.

Vários estudos internacionais apontam que a logística/distribuição é um dos principais motivos para não ser fácil vender internacionalmente. Como resposta a este desafio e de forma a apoiar o tecido empresarial português, a Rangel Logistics Solutions lançou em 2016 no Web Summit a  solução Rangel Ecommerce Full Service. Um serviço de logística completa e integrada para ecommerce, dirigido às empresas que querem melhorar ou dar o salto para as vendas online. O serviço integrado assegura todas as componentes do retalho online, desde o desenvolvimento de plataformas, serviços de logística e transporte, marketing digital e apoio ao cliente em várias línguas.

“Temos também desenvolvido ferramentas tecnológicas, que permitem dar visibilidade ao e-shopper em todo o processo logístico,  para uma melhor e mais consistente experiência de compra.”, refere Nuno Rangel.

O programa Business On the Way, promovido pela AEP, desenvolve dezenas de ações em vários mercados internacionais. A 2ª Conferência Internacional BOW realizou-se no dia 29 de Novembro, na sede da AEP em Leça da Palmeira, e abordou o desenvolvimento da economia digital e as novas oportunidades de internacionalização que o ecossistema digital, extremamente complexo e dinâmico, apresenta às empresas.

DOWNLOAD | PRESS RELEASE

NOTAS PARA O EDITOR

A Rangel é o operador líder em serviços logísticos em Portugal. Os serviços de transporte terrestre internacional e de transporte aéreo e marítimo cobrem os cinco continentes.

O Grupo detém empresas que prestam serviços de logística contratual, transporte aéreo, marítimo e terrestre, armazenagem, distribuição física, expresso e encomendas, formalidades aduaneiras, feiras e exposições.

A Rangel desenvolve ainda soluções IT que permitem controlar os processos logísticos de forma simples, fazendo também a integração com os sistemas de informação dos clientes.

A Rangel cedo iniciou o processo de expansão, com uma grande aposta no início de 1999. Começava assim a parceria da Rangel com a americana FedEx, atualmente com contrato de representação em Portugal, Angola e Cabo Verde.

Quanto à entrada em novos mercados, a Rangel começa a sua internacionalização em Angola em 2007, em Moçambique em 2011, no Brasil em 2013, e Cabo Verde em 2015 com o objetivo de criar um triângulo logístico entre América, África e Europa. As perspetivas apontam a continuidade de expansão para outros países.

Com 1500 colaboradores diretos, a Rangel registou, em 2017, um volume de faturação de €170M com 263,000 m2 de área logística.