HomeActualidadeFeira do Fumeiro de Montalegre gera 5,7 milhões de euros para a região

Feira do Fumeiro de Montalegre gera 5,7 milhões de euros para a região

As mais de 50 mil pessoas que passaram pela 28ª edição da Feira do Fumeiro, das quais mais de 43% a estrearem-se no evento, contribuíram para uma receita na ordem dos 5,7 milhões de euros para a região.

27 de janeiro de 2019 – A 28ª edição da Feira do Fumeiro de Montalegre, que se realizou entre os dias 24 e 27 de janeiro, ficou marcada por um aumento do número de novos visitantes. Entre as 50 mil pessoas que passaram pelo evento durante 4 dias, cerca de 43% confirmaram que esta foi a primeira vez no certame.

No total, contribuíram para uma receita de cerca de 5,7 milhões euros para a região. Só no recinto da feira foram contabilizados cerca de 3,1 milhões de euros de volume de negócios, com 82% dos visitantes a gastarem em produtos do fumeiro uma média de 92,14€ por cada dia, valores acima dos registados em 2018.

Destaca-se que cerca de 86% dos visitantes afirmaram residir fora do concelho de Montalegre, dos quais 5% residem no estrangeiro, e a grande maioria (92%) confirmaram que se deslocaram propositadamente para visitar a Feira do Fumeiro. Para aproveitar a visita, 9% optaram por pernoitar na região, com uma estadia média de 2 noites. Os tipos de alojamento mais escolhidos foram o hotel e o turismo rural.

 

No que diz respeito à avaliação da marca “Fumeiro de Montalegre” os visitantes foram unânimes na satisfação global, classificando-a com 4,5 (escala de 1 a 5). Entre os principais critérios estão a confiança transmitida pela marca (4,4), a satisfação das expectativas (4,4) e a relação qualidade preço (4,3).

Os principais fatores de atração identificados foram a qualidade do fumeiro e a vontade de conhecer e provar os produtos típicos da região. O passa palavra (75%), a televisão, a rádio e as redes sociais (21%) foram os meios de divulgação mais influentes.

Os produtos mais procurados e comprados foram a alheira (47%), o presunto (39%), a chouriça de carne (35%) e o salpicão (31%). Em cada um destes produtos os visitantes procuraram a qualidade (4,6), relação qualidade preço (4,5) e a origem (4,4), numa escala de 1 a 5.

Para os visitantes, a Feira do Fumeiro de Montalegre é um importante contributo para o impacto económico para os produtores e comércio local (4,7), para potenciar a imagem, o património e a reputação do concelho (4,7) e para divulgar os produtos regionais (4,6), numa escala de 1 a 5.

Por último, quando questionados sobre a vontade de ver os produtos com a marca “Fumeiro de Montalegre” à venda em lojas pelo país, 61% responderam afirmativamente.

Os dados foram apresentados pelo Núcleo de Investigação do ISAG – European Business School (NIDISAG), entidade escolhida pela Associação de Produtores de Fumeiro da Terra Fria Barrosã para conduzir o Estudo de avaliação da marca “Fumeiro de Montalegre” e medição do impacto económico no território.