HomeActualidadeSELECIONADOS OS CANDIDATOS PARA O FORNECIMENTO DO NOVO MATERIAL CIRCULANTE E DO NOVO SISTEMA AUTOMÁTICO DE COMBOIOS

SELECIONADOS OS CANDIDATOS PARA O FORNECIMENTO DO NOVO MATERIAL CIRCULANTE E DO NOVO SISTEMA AUTOMÁTICO DE COMBOIOS

SELECIONADOS OS CANDIDATOS PARA O FORNECIMENTO DO NOVO MATERIAL CIRCULANTE

E DO NOVO SISTEMA AUTOMÁTICO DE COMBOIOS

O Metropolitano de Lisboa qualificou quatro candidatos no âmbito do concurso limitado por prévia qualificação para a «Aquisição de material circulante e de sistema automático de comboios para a rede do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. (1.ª Fase)», procedimento que prevê a aquisição de material circulante e o fornecimento de um sistema destinado à modernização do Metropolitano de Lisboa.

O concurso limitado por prévia qualificação foi lançado no final de setembro de 2018 em cerimónia presidida pelo Senhor Primeiro Ministro e o prazo para apresentação de candidaturas decorreu até 14 de novembro desse ano.

Os candidatos qualificados têm agora até às 23:59 horas do dia 12 de julho de 2019 para apresentarem as propostas para Aquisição de material circulante e de sistema automático de comboios para a rede do Metropolitano de Lisboa, E.P.E. (1.ª Fase).

O presente investimento irá permitir a aquisição de 14 novas unidades triplas (42 carruagens) e a contratação de um sistema internacionalmente designado de CBTC- Computer Based Train Control. Estas novas aquisições representam um profundo salto qualitativo na operação, na programação e na gestão da rede do Metro.

Relativamente à aquisição do novo material circulante, o mesmo proporcionará:

  • Melhoria da oferta de comboios e serviços do ML;
  • Maior conforto para os clientes e maior ergonomia para o maquinista;
  • Melhorias de acessibilidade para clientes de mobilidade condicionada;
  • Sistema de comunicação  com os clientes com informação variável e flexível;
  • Sistemas de segurança e vídeo vigilância mais modernos;
  • Supervisão técnica do comboio em linha com a tecnologia do séc. XXI;

O sistema CBTC previsto neste investimento irá permitir:

  • Controlo contínuo do movimento dos comboios, garantindo a não ultrapassagem de pontos de paragem e dos limites de velocidade em cada ponto da rede;
  • Substituição do sistema de controlo de passagem de sinais proibitivos, instalado nos anos 70 e já obsoleto e sem fabrico;
  • Registos técnicos e operacionais que facilitem o diagnóstico de avarias e análise de incidentes;

Este sistema associado aos novos comboios permitirá, igualmente, um aumento da frequência e da regularidade do serviço público de transporte prestado pelo Metropolitano de Lisboa garantindo, de um modo mais eficaz, a oferta de comboios, em número e frequências mais adaptados às necessidades do serviço público e com segurança acrescida.

O Metropolitano de Lisboa prevê como data limite da entrada em funcionamento do novo equipamento o ano de 2025.

O Metropolitano de Lisboa reafirma o seu esforço no sentido de continuar a promover a mobilidade sustentável através da aposta em novas formas de fidelização e de captação de novos clientes.

Consciente da importância do seu contributo para o sucesso das novas soluções de mobilidade que a Cidade e a sua área envolvente exigem, o ML prosseguirá, em 2019, o caminho que tem vindo a concretizar, com um reforço ativo do seu papel enquanto operador de transporte público urbano de passageiros.