HomeNotíciasGeralO Priberam faz 10 anos

O Priberam faz 10 anos

“O Priberam” faz 10 anos

O mais popular dicionário online consolidou a sua posição ao longo de uma década, tornando-se numa referência para a língua portuguesa.

Lisboa, 29 de março de 2019 – O dia 1 de abril de 2019 marca o décimo aniversário do Dicionário Priberam da Língua Portuguesa, que, ao longo de uma década, se impôs como sinónimo de dicionário para os falantes de língua portuguesa em todo o mundo.

Hoje, “o Priberam”, como é frequentemente chamado, já não é apenas um dicionário, mas uma verdadeira plataforma lexicográfica: a partir de https://dicionario.priberam.org é possível aceder a informação morfológica, definições, sinónimos, antónimos, exemplos, divisão silábica para translineação, conjugação, palavras relacionadas, palavras parecidas, palavras vizinhas, auxiliares de tradução, observações, ocorrências de uso real (blogues, Twitter) e nuvem das palavras mais pesquisadas do dia.

As vantagens do dicionário digital face aos seus congéneres em papel são também evidentes através da funcionalidade “Pesquisa nas definições”, a qual permite encontrar uma palavra através de um ou mais termos que fazem parte da sua definição.

Crescimento contínuo

Entre 2009 e 2019, o Dicionário Priberam não parou de crescer, quer em número de verbetes, quer em número de utilizadores e acessos – a partir de Portugal, mas também de todo o mundo. A lista completa dos acessos inclui 228 países ou territórios e este foi um dos motivos pelos quais o Dicionário Priberam passou do domínio .pt para o domínio .org.

Assim, o número de verbetes aumentou 37% (de 97.513 em 2009 para 133.459 em 2019), ao mesmo tempo que se registou um crescimento explosivo das consultas online: 132 milhões de consultas em 2018, feitas por 37 milhões de pessoas – um aumento de 120% face ao ano do seu lançamento.

O dicionário foi também sendo melhorado com novas funcionalidades. A nuvem de palavras mostra quais os termos mais pesquisados diariamente e, desde 2010, os verbetes passaram também a poder incluir imagens (hoje são mais de 3000 as definições que incluem uma fotografia para melhor ilustrar determinado significado).

Praticamente desde o início foi criada a iniciativa “Palavra do Dia” – uma palavra pouco comum, curiosa ou relevante para a atualidade, que é divulgada diariamente quer na própria página do dicionário, quer nas redes sociais (Facebook, Instagram e Twitter).

Fora do seu website, o Dicionário Priberam foi, desde 2011, integrado como auxiliar de leitura nos leitores de livro eletrónicos Kindle e Kobo. Além disso, foi também integrado no corretor ortográfico FLiP para Windows e para Mac OS X. Quanto a plataformas móveis, o site dicionário.priberam.org pode ser usado em todos os dispositivos que suportem um browser, uma vez que é responsivo e, como tal, utilizável com qualquer tamanho de ecrã.

Referência na cultura popular

A melhoria contínua do dicionário, acompanhada do seu constante aumento de utilizadores, colocou “o Priberam” numa posição de destaque na cultura popular. Hoje em dia, o dicionário é mencionado em decisões judiciais (para esclarecimento do significado de palavras que podem tem caráter injurioso, por exemplo), usado em campanhas de marketing (no dia 1 de abril de 2017 foi criado temporariamente o verbete “KitKat”; em 2018 a campanha Palavra Mulher, com o canal Fox Life, foi considerada uma das 10 melhores do ano) e até é uma obra de arte (projeto “História do Crime” para a exposição de João Louro no MAAT).

Dificilmente haverá prova mais cabal do impacto do Dicionário Priberam na cultura popular do que a sua utilização nas rimas de um rap (“Solero”, de Benji Price: https://youtu.be/ws4Ws_rSu_s) ou quando dá o nome (“Cavaleiros do Priberam”) a uma paródia na Rádio Comercial (https://youtu.be/65Eysv1vR4Q).

O Ano em Palavras (http://oanoempalavras.pt) é outra iniciativa que decorre naturalmente do Dicionário Priberam e que, em dezembro, passa em revista os momentos mais marcantes do ano, não com votações, mas através das palavras efetivamente mais pesquisadas pelos utilizadores do dicionário. O primeiro “Ano em Palavras” arrancou em 2016; em 2017 e 2018, a Agência Lusa associou-se à iniciativa.

Carlos Amaral, CEO da Priberam, disse a propósito: “Há dez anos, era difícil imaginarmos a importância que o nosso dicionário teria uma década depois. Hoje, a relevância do Dicionário Priberam é indesmentível e confirma a aposta que fizemos desde muito cedo nas plataformas digitais.”

“Além disso”, conclui Carlos Amaral, “o dicionário acaba também por desempenhar um papel que é transversal ao trabalho que hoje fazemos em áreas avançadas que nem sempre são visíveis para o utilizador comum, como é o caso da análise semântica ou da inteligência artificial aplicada à língua, quer em português quer noutros idiomas.”


Mais informações:
https://dicionario.priberam.org


Tags