HomeActualidadeEmpresaVodafone Portugal regista mais um trimestre positivo de Receitas de Serviços e de crescimento da base de Clientes

Vodafone Portugal regista mais um trimestre positivo de Receitas de Serviços e de crescimento da base de Clientes

 

press release 

 

Vodafone Portugal regista mais um trimestre positivo de Receitas de Serviços e de crescimento da base de Clientes

 

  • Receitas de Serviços crescem 1,8%1 no 4T 18-19
  • 14º trimestre consecutivo de crescimento de receitas
  • Base fixa de clientes supera 677 mil
  • Base de clientes móveis cresce 1,8%1
  • Rede FTTH já atinge 3,2 milhões de residências e empresas

 

Lisboa, 14 de maio de 2019 

 

No último trimestre do seu ano fiscal, terminado em março de 2019, a Vodafone Portugal registou um crescimento orgânico de 1,8%1 nas Receitas de Prestação de Serviços, que atingiram 236 milhões de euros. No mesmo período, as Receitas Totais cresceram 1,4%1, superando os 249 milhões de euros.

 

Numa análise anual, ou seja, ano fiscal da Vodafone, compreendido entre 1 de abril de 2018 e 31 de março de 2019, as Receitas de Serviços atingiram 967 milhões de euros, crescendo 2,4% em comparação com o ano anterior.

 

Estes resultados são impulsionados pelo crescimento continuado a dois dígitos do negócio fixo, apoiado na expansão de fibra de última geração em todo o País, a qual já chega a 3,2 milhões de habitações e empresas. A base de clientes fixa continua a aumentar, atingindo mais de 677 mil no final de março de 2019, representando um crescimento de 11,3% em relação ao ano anterior.

 

O crescimento verificado no negócio fixo é bem exemplificativo do reconhecimento que os portugueses atribuem à nossa estratégia a à qualidade do serviço que lhes é prestado. Uma estratégia assente na expansão da rede de fibra suportada por construção própria, e acordos de parceria ou de wholesale, reveladores da nossa capacidade em alcançar bases de entendimento estáveis com diferentes players do setor, promovendo uma maior eficiência do investimento, incrementando a concorrência em beneficio do País que se pretende mais competitivo e inclusivo numa nova sociedade gigabit. Estratégia que continua em execução a caminho da já anunciada cobertura de mais de 4 milhões de moradas”, afirma Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal.

 

No que diz respeito ao segmento móvel, a Vodafone Portugal atingiu os 4,7 milhões de clientes no final de março de 2019, um aumento de 1,8% face ao número de clientes apurado 12 meses antes. Na mesma data, os clientes 4G totalizaram 2,1 milhões (+23%1) e a penetração de smartphones atingiu 77,1%. Já a utilização dos dados móveis cresceu 18,5%1 nos 3 meses findos em 31 de março de 2019.

 

Segundo Mário Vaz, “a inversão da tendência de quebra de clientes móveis – e da correspondente quebra de receitas – que se tem vindo a verificar nos últimos tempos no sector e em particular na Vodafone, pelo peso expressivo que têm no mercado das telecomunicações, permitem antever o regresso do crescimento a um sector que sofreu pesadas percas de valor na última década. Dever-se-á, porém, ter presente que a tendência mais positiva nas receitas não tem paralelo com o nível expressivo de crescimento da utilização das redes, em particular no que se refere aos dados móveis. Esta diferença entre crescimento de utilização da rede e estabilização de utilizadores e receitas no segmento móvel, coloca especiais desafios aos Operadores, mas igualmente ao País. As potencialidades das redes atuais e da sua evolução para o 5G têm de ter correspondência no incremento da competitividade e bem-estar da sociedade portuguesa nesta fase da revolução digital que está em curso a nível global”.