HomeNotíciasGeralCEiiA E UNITED NATIONS GLOBAL COMPACT DESAFIAM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS PARA A SUSTENTABILIDADE DOS OCEANOS

CEiiA E UNITED NATIONS GLOBAL COMPACT DESAFIAM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS PARA A SUSTENTABILIDADE DOS OCEANOS

TECNOLOGIA | SUSTENTABILIDADE | INOVAÇÃO press release 4 de junho de 2019 Maratona Tecnológica CEiiA E UNITED NATIONS GLOBAL COMPACT DESAFIAM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS PARA A SUSTENTABILIDADE DOS OCEANOS 110 estudantes universitários portugueses vão

CEiiA E UNITED NATIONS GLOBAL COMPACT DESAFIAM ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS PARA A SUSTENTABILIDADE DOS OCEANOS
 
110 estudantes universitários portugueses vão participar nos próximos dias 7 e 8 de Junho no INNOVATHON – Ocean Edition. Esta maratona tecnológica de 24h está focada na sustentabilidade dos oceanos, com desafios que pretendem dar origem a novas ideias que inspirem o desenvolvimento de soluções viáveis do ponto de vista técnico e operacional para assegurar a qualidade de vida, a produtividade e a melhoria da sustentabilidade nos oceanos.

A praia de Carcavelos foi o local escolhido pelo CEiiA e pelo United Nations Global Compact através da Sustainable Ocean Business Action Platforma para desafiar 120 estudantes universitários portugueses a desenvolverem ideias e criarem novos conceitos que inspirem soluções para a melhoria da sustentabilidade nos oceanos.
Os estudantes formam 22 equipas de 17 universidades/faculdades nacionais, representando 23 cursos diferentes, e serão desafiados a conceber soluções para responder aos seguintes desafios:Desafio 1 – Redução do lixo marinho

Como envolver pessoas, empresas e cidades na diminuição e valorização do lixo marinho?

Desafio 2 – Preservação dos ecossistemas marinhos
Como conhecer, monitorizar e conservar as espécies e os ecossistemas marinhos em risco de extinção?

Desafio 3 – Aquacultura offshore sustentável nos oceanos

Como explorar a aquacultura offshore (em mar aberto) de forma sustentável?

Desafio 4 – Mobilidade sustentável nos oceanos

Como tornar o transporte marítimo menos poluidor?

Esta iniciativa será a primeira de várias a nível internacional, num circuito que começa em Portugal e abrange diversos países que vão replicar esta maratona tecnológica até ao final de 2019. As primeiras equipas de cada país vêm disputar o desafio final (INNOVATHON – Ocean Edition – Final) que decorrerá durante a conferência das Nações Unidas sobre os oceanos em 2020 no nosso país. Este desafio contará com a presença de cerca de 150 participantes dos vários países.

A seleção das equipas portuguesas decorrerá na INNOVATHON Ocean Edition, durantes os dias 7 e 8 de Junho, na praia de Carcavelos (Cascais).

Para Erik Giercksky – Head of Sustainable Ocean Business Platform “os oceanos são determinantes para combater as alterações climáticas e é nos oceanos que se encontram algumas das soluções para algum dos problemas atuais da humanidade. Esta iniciativa disruptiva que estamos a organizar com o CEiiA em Portugal, e que vamos conjuntamente desenvolver noutros pontos do globo, é determinante para o envolvimento dos jovens nas questões da sustentabilidade dos oceanos”. O dirigente do United Nations Global Compact afirma também “que o facto do desafio ser realizado numa praia, será seguramente mais um fator que ajudará a inspirar os jovens estudantes para co-criarem e apresentarem ideias inovadoras e disruptivas para os desafios que a nossa humanidade enfrenta”.

José Rui Felizardo, CEO do CEiiA, considera que “estas 24h são apenas o primeiro sprint de uma  corrida de fundo para salvarmos o nosso planeta e, um dos nossos objetivos é trabalhar em conjunto com algumas das equipas nos próximos 12 meses, de forma a apoiar a produtização e  implementação dos conceitos propostos”. Para o dirigente do CEiiA, “o INNOVATHON é também “um instrumento para mobilizar as novas gerações para as questões da sustentabilidade e aproximar os jovens com o tecido empresarial nacional e internacional, promovendo assim, uma cultura de empreendedorismo e de inovação fora dos conceitos e modelos convencionais”.

Os alunos terão o apoio de mentores presenciais, mas também de mentores que estarão disponíveis em vários pontos do globo via web para esclarecer e apoiar os participantes, em questões sobre os oceanos, modelos de negócio, metodologias de desenvolvimento e realização de apresentações.

Esta iniciativa conta com o apoio da Câmara Municipal de Cascais, da GALP e da NOVA SBE como BEST Friends, bem como das Águas do Atlântico e tejo e do ISTEC como Friends.