HomeActualidadeMETROPOLITANO DE LISBOA ASSINALA 72.º ANIVERSÁRIO DA SUA FUNDAÇÃO COM HOMENAGEM A TRABALHADORES E ANIMAÇÃO PARA OS CLIENTES

METROPOLITANO DE LISBOA ASSINALA 72.º ANIVERSÁRIO DA SUA FUNDAÇÃO COM HOMENAGEM A TRABALHADORES E ANIMAÇÃO PARA OS CLIENTES

O Metropolitano de Lisboa assinala, no dia 26 de janeiro de 2020, o 72.º aniversário da sua fundação com iniciativas destinadas aos seus colaboradores, aos seus clientes e ao público em geral.

No âmbito destas comemorações, o Metro realizará uma sessão de homenagem aos trabalhadores que, em 2019, perfizeram 10, 20 e 30 anos ao serviço da empresa, testemunhando o reconhecimento pelo desempenho das suas funções, numa iniciativa que será presidida pelo Secretário de Estado da Mobilidade, Eduardo Pinheiro.

O Metropolitano de Lisboa, ainda no âmbito destas comemorações proporcionará, também, ações de animação nas suas estações especialmente destinadas seus clientes.

Assim, quem passar, nos dias 26 e 27 de janeiro, pelas estações Cais do Sodré e São Sebastião, poderá assistir a concertos de música, espetáculos de marionetas e usufruir de momentos únicos de descontração e lazer.

Este programa de concertos conta com o apoio do Museu Nacional da Música e com a colaboração de alguns grupos musicais que, habitualmente, marcam presença em ações desenvolvidas pelo Metropolitano de Lisboa.

O Metropolitano de Lisboa convida, assim, todos os clientes e público em geral a participarem nestas iniciativas assistindo gratuitamente aos seguintes concertos e outras atividades artísticas:

Dia 26 de janeiro:

      Estação Cais do Sodré | Micro Teatro | 16h00 – Teatro Académico da Universidade de Lisboa

      Estação Cais do Sodré| Concertos:

      17h00 – Regime de Sapadores de Bombeiros de Lisboa

      18h00 – Centro Cultural e Desportivo dos Trabalhadores do Metro de Lisboa

Dia 27 de janeiro:

Estação Cais do Sodré | Concertos:

16h30 – T’ÚNICA – Universidade Intergeracional do Concelho de Almada

17h30 – Coro da Casa de Pessoal do IEFP, I.P

18h00 – Grupo Coral do Clube PT

    Estação São Sebastião | Marionetas | 18h00 – Museu da Marioneta

            Estação São Sebastião | Coro | 19h00 – Coro Stacatto

Serão, igualmente, distribuídas ofertas aos clientes que assistam aos concertos.

Breve História do Metropolitano de Lisboa:

A 26 de janeiro de 1948 foram aprovados pelo Governo os Estatutos de uma sociedade anónima de responsabilidade limitada, denominada “Metropolitano de Lisboa, S.A.R.L” com sede em Lisboa, que tinha como objetivo o estudo técnico e económico, em regime de exclusivo, de um sistema de transportes coletivos fundado no aproveitamento do subsolo da cidade.

Após constituição da sociedade, a concessão para a instalação e exploração do respetivo Serviço Público veio a ser outorgada a 1 de julho de 1949. Os trabalhos de construção iniciaram-se no primeiro dia do mês de agosto de 1955 e, quatro anos depois, no dia 29 de dezembro de 1959, assistiu-se à inauguração oficial deste novo sistema de transporte. A rede do Metro tinha uma configuração em Y, então, com 6,5 kms e 11 estações com términos em Sete Rios (estação hoje denominada Jardim Zoológico) e Entre Campos que convergiam na Rotunda num troço comum até aos Restauradores.

No dia 30 de dezembro Lisboa pôde, então, experimentar o seu metropolitano, cerca de 100 anos depois de Londres e Nova Iorque e 60 após Berlim e Paris, mas, ainda, antes de muitas outras cidades do mundo. À semelhança de hoje, o Metropolitano era o meio de transporte mais rápido de passageiros e o corolário dos transportes públicos da cidade de Lisboa.

Atualmente, o Metropolitano de Lisboa, dispõe de uma rede composta por 4 linhas independentes, com 44,5 Km de rede e 56 estações, 6 estações de correspondência entre linhas, 21 estações de interface entre outros operadores públicos e privados de transporte, 36 estações com acesso pleno a pessoas com mobilidade reduzida, através de elevadores, escadas e/ou tapetes mecânicos. Opera nas cidades de Lisboa, Amadora e Odivelas e servindo mais de 183 milhões de passageiros por ano.