HomeActualidadeTRANSFORMAÇÃO DIGITAL EM BENEFÍCIO DOS PACIENTES

TRANSFORMAÇÃO DIGITAL EM BENEFÍCIO DOS PACIENTES

A Rangel Logistics Solutions comemorou os 10 anos da sua unidade pharma na passada quinta-feira, 23 de janeiro, em Lisboa, num evento que incluiu uma spotlight session, cujo tema foi “Como a transformação digital na cadeia de abastecimento pode melhorar o foco no paciente”. Com apresentação de Júlio Magalhães, rosto conhecido da televisão nacional, este evento contou com a presença de cerca de 170 convidados, entre clientes e parceiros do setor farmacêutico.

A spotlight session teve início com a intervenção de Nuno Rangel, CEO da Rangel Logistics Solutions, que reafirmou a história de sucesso da unidade pharma ao longo dos seus 10 anos de existência. “Em 2019, expedimos mais de 112 milhões de unidades dos nossos armazéns pharma, o que representa cerca de 28 mil toneladas de medicamentos e produtos farmacêuticos entregues em Portugal. Estes números são o reflexo daquele que foi o nosso propósito em 2009, aquando da criação desta unidade, quando aceitámos o desafio de um parceiro chave, a Roche. Aplicamo-nos com tudo o que tínhamos e podíamos, fomos visionários, arriscámos, trabalhámos arduamente, persistimos e hoje, somos uma referência como operador logístico farmacêutico em Portugal, reconhecidos pela inovação, qualidade, transparência e trabalho de equipa com todos os nossos clientes e parceiros”, afirmou Nuno Rangel.

A sessão contou também com a intervenção de : Nuno Ramalho, Country Manager Portugal, da área Contract Logistics da Rangel, que reforçou a “necessidade de tornar  reais conceitos como o blockchain”; de Andreas Olpete, Vice President Sales & Business Development Healthcare da Arvato Supply Chain Solutions, parceiro internacional da unidade pharma da Rangel, que reforçou o papel da digitalização nos modelos dos novos negócios da distribuição farmacêutica; de António Murta e João Martins, respetivamente CEO e Partner da PATHENA, que desafiaram a plateia a olhar de forma mais crítica o Sistema Nacional de Saúde e que sublinharam a necessidade urgente de uma revolução, que deverá passar por uma gestão digital, parabenizando a Rangel pelo caminho que tem feito nesta área.

A sessão teve o seu ponto alto com uma conversa moderada por Júlio Magalhães, onde participou Eduardo Rangel, fundador da Rangel Logistics Solutions, e Adriano Treve, responsável por vários mercados internacionais da farmacêutica ROCHE, que contaram um pouco da história de cooperação entre ambas as empresas, que levou à criação da unidade pharma da Rangel em 2009. À data, Adriano Treve era Diretor Geral da Roche em Portugal, e recordou “a relação de confiança que se estabeleceu entre as duas empresas e a vontade de contribuir para a economia do país, apostando numa empresa nacional, o que se revelou fundamental para o nascimento desta parceria”.

Nuno Rangel, anunciou ainda que a Rangel vai investir 12 milhões de euros na operação logística da sua unidade pharma, com o objetivo de quase duplicar a capacidade de armazenagem para 33,500 m2, e criar mais 130 postos de trabalho até 2025. “Temos um plano de investimento para os próximos cinco anos, que será desenvolvido em duas fases de crescimento de infraestrutura, para um total de mais 15 mil metros quadrados de área de armazém. Com isto, perspetivamos investir um total de cerca 12 milhões de euros, nove milhões em infraestrutura, com quase a duplicação da capacidade dos nossos armazéns pharma em Portugal para cerca de 33.500 metros quadrados, e mais três milhões em equipamentos, tecnologia e inovação”, anunciou Nuno Rangel, CEO da Rangel Logisticas Solutions.

DOWNLOAD | FOTOGRAFIAS | © Fotografia Fivehundred, Gonçalo Brandão

DOWNLOAD | PRESS RELEASE

NOTAS PARA O EDITOR

Sobre a Rangel Pharma:
A unidade pharma da Rangel foi criada em 2009 e é atualmente uma referência como operador logístico farmacêutico em Portugal, assegurando a totalidade dos serviços logísticos ao longo da cadeia de abastecimento farmacêutica, desde a receção, armazenamento, expedição, transporte e entrega no destino final.
Com cobertura total do território nacional, a Rangel Pharma tem crescido de forma sustentada ao longo dos últimos 10 anos, a um ritmo de dois dígitos ao ano, fruto do constante investimento e inovação
Principais marcos de inovação:

  • aposta num novo sistema de automação, que permite maior eficiência e produtividade no processo de triagem dos volumes;
  • implementação do portal My Rangel, uma plataforma web especialmente concebida em linha com os interesses e necessidades dos nossos clientes, que permite a monitorização em tempo real e de forma totalmente transparente de todas as etapas do processo de distribuição;
  • investimento no sistema eKooler, unidades de contentorização estanques e isotérmicas que funcionam de forma totalmente autónoma das viaturas de transporte, e que através de uma tecnologia inovadora, gera condições estáveis de refrigeração a uma temperatura entre os 2 e os 8ºC positivos;
  • aposta numa solução tecnológica interligada ao repositório nacional da MVO Portugal (Associação Portuguesa de Verificação de Medicamentos), que permite a verificação diária dos medicamentos que entram em distribuição, evitando a falsificação ou adulteração de medicamentos. 
Em 2019, a operação farmacêutica expediu mais de 112 milhões de unidades de medicamentos, e entregou mais de 460 mil encomendas ao cliente final. Atualmente, a equipa Rangel pharma é composta por cerca de 185 colaboradores, tem uma frota de 70 viaturas com temperatura controlada e monitorizada, e uma área de armazém de 18.500m2, com capacidade para cerca de 30.000 paletes.

Sobre a Rangel Logistics Solutions:
Fundada em 1980, a Rangel Logistics Solutions rapidamente marcou posição no mercado, sendo atualmente reconhecida como um parceiro logístico global com capacidade de integração de uma vasta gama de serviços de transporte e logística.
Hoje, com presença direta em cinco países e com uma rede de parceiros mundial, apresenta um portfólio de serviços especializados em logística, transporte, armazenagem, distribuição física, courier expresso, formalidades aduaneiras, feiras e exposições.
A internacionalização da Rangel iniciou-se em 2007, com a abertura de uma filial em Angola, seguindo-se Moçambique em 2011, Brasil em 2013, e Cabo Verde em 2015 com o objetivo de criar um triângulo logístico entre América, África e Europa. As perspetivas apontam para a continuidade de expansão para outros países já em 2020. Com 2300 colaboradores*, a Rangel registou, em 2019, um volume de faturação de €190M* com 312.500 m2* de área logística.