HomeActualidadeEmpresas e Instituições públicas juntas na procura de respostas para o desafio da gestão integrada dos fogos rurais

Empresas e Instituições públicas juntas na procura de respostas para o desafio da gestão integrada dos fogos rurais

Empresas e Instituições públicas juntas na procura de respostas para o desafio da gestão integrada dos fogos rurais

“Ciência com impacto – Gestão integrada dos fogos rurais” é o nome do evento que se realiza esta segunda-feira, 10 de fevereiro, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), e que conta com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

Numa altura em que terminou o período de discussão pública do Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Rurais e sendo conhecidas a Agenda de I&D&I do ForestWISE, a Agenda de Investigação e Inovação Agroalimentar, Florestas e Biodiversidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), assim como os resultados do Workshop “Incêndios rurais: Melhor gestão baseada em evidência científica”, que decorreu no IPMA (Lisboa), no dia 27 de novembro de 2019, a UTAD recebe na próxima segunda-feira, 10 de fevereiro, na Aula Magna, o workshop “Ciência com impacto – a Gestão Integrada de Fogos Rurais”.

A iniciativa, que irá contar com a presença do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES), Manuel Heitor, “pretende abrir caminho para uma participação mais efetiva das empresas e entidades do sector florestal na discussão dos contributos da ciência portuguesa na resposta ao grande desafio do país na gestão integrada das florestas e dos fogos rurais”,afirma Carlos Fonseca, CTO do ForestWISE e professor na Universidade de Aveiro, que tomará posse também nesse dia.

“Num contexto em que a criação de conhecimento beneficia das sinergias entre múltiplas áreas científicas, mas visa apoiar a resolução de problemas concretos, urge reforçar pontes de diálogo entre as comunidades de produtores e consumidores de conhecimento, que numa lógica demand-driven, permitam identificar oportunidades de I&D&I que respondam a esses problemas. É este o objetivo do encontro, onde se apresentarão as necessidades de conhecimento paraa Implementação do Plano Nacional de Gestão Integrada de Fogos Rurais e aAgenda de I&D&I do ForestWISE”, acrescenta o CTO do ForestWISE.

A sessão é dirigida à comunidade científica, empresarial e institucional, sendo aberta a todos os interessados, e servirá para responder a dúvidas dos investigadores sobre candidaturas a projetos na área da Prevençãoe Combate de Incêndios Florestais, em resposta ao aviso aberto pela FCT. A participação é gratuita mediante inscrição prévia.

Este evento assinala também o arranque efetivo do ForestWISE- Laboratório Colaborativo (CoLab) para Gestão Integrada da Floresta e do Fogo,com a contratação dos primeiros investigadores seniores e gestores de projetos.

O encontro “Ciência com impacto – Gestão integrada dos fogosrurais”, com início às 14h00, é organizado pelo ForestWISE, FCT e Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF). O evento conta ainda com uma apresentação de José Miguel Cardoso Pereira do Centro de Estudos Florestais, ISA, intitulada“Fogo Rural – um problema perverso, que precisa de investigação translacional egestão adaptativa” e um painel de discussão sobre o “Incêndios Rurais: Melhor gestão baseada em evidência científica”. Abrem a sessão: Helena Pereira, Presidente do Conselho Diretivo da FCT; Tiago Oliveira, Presidente do Conselho Diretivo da AGIF; e Manuel Heitor, MCTES. O encerramento fica a cargo de José Manuel Mendonça, Presidente do Conselho de Administração (CA) do ForestWISE, que preside também o CA do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC) e é docente na Faculdade de Engenharia daUniversidade do Porto (FEUP); e António Fontaínhas Fernandes, Reitor da UTAD. Programa disponível aqui.

___________________________________________________________

Nota sobre a organização do evento

À Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT) coube a responsabilidade de incrementar a investigação na temática geral dos incêndios florestais, numa perspetiva multidisciplinar, através do financiamento de projetos de I&D e a dinamização da fase inicial de criação de um Laboratório Colaborativo (CoLAB)nesta área, o ForestWISE.

A Agência para a Gestão Integrada de Fogos Rurais (AGIF) foi criada para coordenar de forma estratégica, integrada e transversal, a implementação do Sistema de Gestão Integrada de Fogos Rurais (SGIFR), incluindo a sua avaliação e a articulação institucional. Mais informação em www.agif.pt/.

O ForestWISE tem como objetivo desenvolver atividades de investigação, inovação e transferência de saber e de tecnologia com vista a aumentar a gestão florestal sustentável e a competitividade do sector florestal e a reduzir as consequências negativas dos incêndios rurais. Mais informações em: www.forestwise.pt.

Porto, 7 de fevereiro de 2020